Do Bodensee a Zurich e a maciez da Suiça

IMG_9114

Já no lado suíço do Bodensee

Quem anda de bicicleta certamente já ouviu a expressão “pedalada macia”. Pois essa foi a melhor forma que encontrei de descrever a experiência de viajar de Camelo pela terra do canivete, do relógio e do chocolate. Se existe um modelo de infraestrutura cicloviária a ser copiado, esse certamente é o empregado nesse pequeno país cercado de montanhas. Pode ser que na Dinamarca ou na Bélgica exista algo melhor, mas não conheci ainda estes países e na minha opinião, a Suíça está na frente da Alemanha, da Holanda, da Áustria e de toda a minha viagem feita até agora! Isso em termos de ciclovia, não no quesito diversão ou custo-benefício, é óbvio!

IMG_9116

Depois das chuvas eu sabia que dias melhores viriam

Se os alemães tem fama de ser organizados, os suíços levam o troféu pelo perfeccionismo. Para se ter uma ideia, muitas bicicletas tem até placa! Saí de Lindau e pedalei às margens do Bodensee até Meersburg, onde peguei uma balsa para Konstanz. Ali podia escolher se pedalaria até Schafhausen pelo lado suíço ou alemão da fronteira. Como animal curioso que sou, optei pelo lado suíço e não me decepcionei! Os caminhos para bicicletas são todos muito bem sinalizados e seguem diversas rotas, nacionais, regionais ou locais. Também há uma separação para bicicletas de passeio, mountain bikes, trilhas para caminhada e rotas de patins! Essa última eu só vi na Suíça, e olha que na sinalização eu presto atenção! As placas das ciclovias marcam a distância em quilômetros, enquanto que as placas para pedestres marcam o tempo de deslocamento entre um ponto e outro. Mapas também são comuns e existem fontes abundantes de água potável em todas as cidades, ficando difícil achar algum defeito para poder reclamar!

IMG_9175

As placas suíças: mania de perfeição

IMG_9182

As pequenas vilas na Suíça são mesmo cheias de charme

Como eu tinha tempo optei por pedalar até Schafhausen, seguir um pouco o Reno para só depois descer para Zurich. Eu já havia pedalado pelo Elba e pelo Danúbio, e só faltava essa terceira maravilha para completar os 3 grandes rios da Europa! Dito e feito. Nesse momento da viagem cheguei a pegar uma ou outra montanha, mas nada que uma senhora de 70 anos não faça (e olha que por aqui elas fazem mesmo!). Seguir o rio é sempre uma garantia de não se perder e também de pegar pouco aclive. Saindo de Schafhausen, onde está situada a famosa queda do Reno, dei mais algumas voltas até chegar bem perto de Zurique, entre Bullach e Kloten, onde acampei na floresta, perto do aeroporto! Volta e meia me deparava com uma enorme montanha, coberta de gelo, além dos rios daquela cor de burro quando foge. Não era a hora ainda de enfrentar as montanhas, mas de contorná-las, porém só o fato delas estarem ali tão pertinho já aumentava meus batimentos cardíacos! Era pura emoção!!!

IMG_9208

Fontes de água potável por todos os lados

Acordei cedo no dia seguinte e em pouco tempo já estava na maior cidade suíça! Em alguns trechos as faixas de ônibus são compartilhadas com bicicletas, em outros tive que pedalar por ciclo-faixas, nos bordos da pista, sinalizadas por linhas amarelas tracejadas. Quando se aproximam das faixas de pedestre as ciclo-faixas diminuem de largura, forçando o ciclista a diminuir a velocidade e prestar mais atenção. Nas rotatórias o tracejado da ciclo-faixa desaparece e a bicicleta pode ocupar o meio da pista, quando os demais veículos são obrigados a dar preferência. Isso sem falar nas ciclovias propriamente ditas, como em boa parte dos parques ao redor do Zurichsee. É tudo tão perfeito que o trânsito flui com uma naturalidade incrível!

IMG_1912

A famosa queda do Reno, espetáculo bonito de ver

Zurique não é exatamente a cidade mais turística do mundo, mas tem seu charme. De bicicleta é possível conhecer tudo que há de mais legal em um ou dois dias, sem perder nada! Engraçado que apesar de ser o país mais caro até agora, foi o único em que pude calibrar o pneu da magrela nos postos de gasolina de graça! As lojas de bicicleta também possuem ar pressurizado do lado de fora, no sistema self-service. Nos demais países, sempre há de se desembolsar uma moeda que seja para o ar. A água também foi uma grande surpresa. É delicioso encontrar uma fonte após quilômetros pedalados, com água fresca e corrente. Na capital, caminhar a beira do Zurichsee, conhecer as belas igrejas com vitrais de Chagall e Giacometi e ainda encontrar o que há de mais moderno no mundo das bicicletas são boas opções de lazer. Apesar de ser tudo muito caro, você pode entrar em uma bicicletaria e se apaixonar duas, três, até mil vezes por bikes e acessórios incríveis para todos os gostos!

IMG_8468

Em Zurique, mania de perfeição

Depois da metrópole era chegada a hora de contornar os lagos, para o leste, e depois seguir para o sul, a caminho dos Alpes. Minha escolha foi atravessar para a Itália pelo passo de San Bernardino, conhecido como uma das estradas mais bonitas do mundo. Em breve compartilho essa experiência com vocês!!

PS: Zurique não é a capital da Suíça tá? A capital é Berna. Beijos

 

Screen shot 2014-01-22 at 18.42.23

Do Bodensee a Zurich

 

Advertisements

4 responses to “Do Bodensee a Zurich e a maciez da Suiça

  1. Greetings from Stuttgart!
    Good luck and iots of nice,warm and dry days on your trip.
    you’re doing a great Job!
    Manfred (Triker from Uffing/Staffelsee;Germany)

    • Hallo Manfred! So glad you posted this comment!
      Thank you very much for your tips and for your visit on this blog!
      Hope we’ll meet again soon! Best regards!

  2. Hello out there!Uffing is calling!How areYou?Where are you now?Did you enjoy the hot days?here its raining again,20 degreesC.Greetings from Manfred&Ingrid.Best wishes,have fun,get along safe.Good luck!

    • Hallo, Manfred! Now I’m in Milano, preparing to leave to the West. The days are getting better and better. Best regards to you and Ingrid

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s